Descubra como a PNL pode ajudar o RH a surpreender positivamente a organização

A PNL, ou Programação Neurolinguística, traz diversas estratégias bastante assertivas no que diz respeito às mudanças positivas de comportamento. Isso é muito importante para melhorar o desempenho das pessoas, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional.

As técnicas de PNL facilitam o alcance de seus principais objetivos por meio da boa formulação de objetivos e de novas atitudes mentais. Ou seja, oferecem todas as ferramentas para que você consiga buscar o auto-aperfeiçoamento ao mesmo tempo que estimula outras pessoas ao seu redor.

É por isso que a PNL é extremamente benéfica quando presente no RH. Afinal, dentro das empresas, o esse é o setor que tem como missão garantir que todos os colaboradores estejam em sintonia com os valores da empresa na qual trabalham e estejam aptos a dar o máximo de si, dentro de suas possibilidades e das necessidades de cada função.

Usar as técnicas de Programação Neurolinguística ajuda a estimular cada pessoa a fazer o seu melhor. Veja algumas dicas de como usar a PNL dentro do RH!

Desarmando conflitos: utilize o “fogging”

Uma das técnicas para amenizar conflitos em PNL é o fogging. O conceito tem a ideia de “embaçar” uma situação, ou seja, tirá-la do foco e assim ter a oportunidade de procurar novas soluções. Quando alguém faz um comentário agressivo, ele está esperando uma resposta agressiva (essa é a resposta natural da maioria das pessoas), mas o fogging o surpreende ao proporcionar uma resposta inesperada.

Frases como “OK, o que posso mudar para resolver este problema?” ou “quais alternativas seriam possíveis para melhorar a situação” podem ser utilizadas como um tentativa de trazer outras perspectivas a cada nova situação de conflito ou tensão. Além disso, você retira a ideia de acusação e questiona soluções possíveis para o problema.

Um dos pontos positivos do uso dessa técnica pelo RH é a possibilidade tanto de remediar quanto evitar os desentendimentos. Com isso, é possível tornar os outros colaboradores integrantes desse processo e mais engajados nesta missão.

Ressignificação de estímulos e ideias: Swish

Uma técnica simples de reprogramar os gatilhos mentais é o Swish. Ela consiste em associar uma sensação ou imagem boa a cada estímulo negativo que você recebe. Desta forma você consegue substituir as emoções negativas em relação a algum fato específico, seguindo também a ideia de âncoras.

Entre as âncoras que você pode usar está um assobio, real ou apenas imaginário, marcando a transição da sensação desagradável para uma nova, que é melhor do que a anterior.

Isso também ajuda a manter a motivação do colaborador, evitando a sobrecarga e o estresse.

Mais empatia: Rapport

O nome dessa técnica deriva de um termo em francês que expressa afinidade. Trata-se de um espelhamento comportamental, variando da postura até o estado interior de uma outra pessoa. Ou seja, pode ser confundida até com uma simples imitação, mas é algo muito mais empático e sutil.

Ela visa a demonstração de reconhecimento e concordância com o outro, podendo ser usada por todos. Ela se mostra ainda mais eficiente para o RH, que deve promover a aproximação e compreensão sobre e entre as equipes.

Saiba mais sobre PNL com as nossas outras publicações!

Webinar descobrindo PNL