Nossas falhas podem significar muitas coisas, mas todos estão de acordo que lidar com os próprios erros não é a tarefa mais fácil do mundo. Então entenda e saiba como agir em relação aos seus próprios erros e  transforme problemas em oportunidades de crescimento.

Na verdade, errar sempre será uma característica humana, e como tal, não pode ser tratada como incapacidade, deve ser vista como um caminho para o acerto, um momento de reflexão.Lidar com os próprios erros não é uma tarefa fácil. Como diz o dito popular, “errar é humano”. 

Existe uma outra máxima que diz: “Ninguém é perfeito”. 

Todas as pessoas do mundo são imperfeitas, inclusive eu e você. Isso não significa que nós não sejamos bons, competentes, necessários. Isso apenas significa que estamos sujeitos ao erro.

Afinal, a PNL nos ensina que não existem erros, existem resultados. E eles são parte muito importante para o desenvolvimento do aprendizado e para as criações. O caminho de novas descobertas, por exemplo, está cheio de erros e são eles que te aproximam e ajudam a chegar a grandes inovações e acertos.

Por isso, é essencial aprender a lidar com as frustrações que advêm do erro – seja ele próprio ou de outras pessoas e também com os resultados das escolhas que fazemos. 

Como lidar com os próprios erros?

um homem cobrindo o rosto com o livro

Para lidar com os próprio erros, a consciência de que eles são tão importantes quanto os acertos – ou ainda, que eles são o caminho para os acertos — deve fazer parte da sua vida, seja no aspecto profissional ou pessoal. 

É claro que temos que ter atenção plena para que os nossos erros não aconteçam por descaso ou atitudes de prepotência ou quando fazemos péssimas escolhas e o resultado não é o que esperamos. 

Quando estamos em nossa zona de conforto os erros são ainda mais prováveis, pois podemos seguir no piloto automático, sem efetivamente prestar atenção ao que está sendo feito. Esse é um erro que pode ser evitado e a Programação Neurolinguística nos ajuda nesse processo.

No entanto, há outros tipos de erros que vêm da ousadia de tentar algo diferente, da busca por inovações. 

E esses erros devem ser abraçados e compreendidos, pois contam muito para que possamos chegar ao objetivo que buscamos.

Por isso, vamos ver como lidar com esses erros em dois passos simples.

Dois passos simples para enfrentar as próprias falhas

uma lâmpada no meio de vários papéis amassados

Passo 1

 Portanto, o primeiro passo para lidar com os próprios erros é olhar para o erro e estudá-lo. Ele é o melhor mapa para que você continue seus experimentos e projetos de vida.

Passo 2

Depois disso, você conseguirá elaborar as melhores soluções ou até mesmo saber se deve apenas seguir em frente, tentar de novo ou “deixar para lá”. 

Os erros também nos ensinam quando devemos mudar de ideia, para que não continuemos investindo em projetos que não têm a força ou a importância que imaginávamos.

Leia também 

>> Inteligência Emocional 

Os erros no ambiente de trabalho

No ambiente de trabalho, os erros podem assumir dimensões ainda maiores, tanto aqueles cometidos por você quanto aqueles cometidos por outras pessoas.

Alguns podem resultar em prejuízos financeiros que impactam na vida de todos os outros colaboradores. Então como lidar com essas situações?

O primeiro passo é ponderar os resultados e as motivações desse erro. Muitas vezes, o maior dano de um erro é a desmotivação entre os colaboradores, o que poderá resultar ainda em outros efeitos colaterais, como queda na produtividade e perdas para o seu quadro de funcionários.

Se uma de suas decisões se tornar ruim, reveja como você passou pela decisão. Perceba quaisquer falhas óbvias. Se as coisas não saírem como você quer, pergunte-se “O que eu preciso aprender com isso”?

O papel do gestor é extremamente importante ao lidar com os erros de uma equipe.  É justo saber ponderar essas perdas e ganhos no momento de planejar a melhor solução para um determinado desafio. O ativo mais importante de uma empresa é a sua força humana. Prezar por soluções que valorizem esse ativo é essencial para manter a saúde e o sucesso de qualquer empreendimento.

Leia também 

>> Autoestima: O que é e qual sua importância

Você quer se conhecer melhor? 

Amplie seus conhecimentos sobre a PNL para te ajudar a lidar melhor com os desafios do dia a dia e para que você tenha uma melhor qualidade de vida. Saiba por onde começar clicando aqui.

banner