Como dar e receber feedbacks positivos e negativos

Como dar e receber feedbacks positivos e negativos tumb

Como dar e receber feedbacks positivos e negativos

Saber dar e receber feedbacks é uma habilidade necessária em qualquer ambiente

Para a maioria das pessoas, receber um elogio normalmente as deixa felizes, ainda que algumas possam se sentir envergonhadas. Quando chega o momento de receber uma crítica, aí muitas pessoas podem se sentir contrariadas, ficarem tristes, nervosas ou mesmo ansiosas a respeito.

É importante perceber: todos nós temos que estar preparados para receber um feedback, em diferentes momentos das nossas vidas. Seja em casa, no trabalho ou até mesmo em um grupo de amigos, podemos ser abordados para receber alguma observação, que na maioria das vezes tem intenção positiva e a finalidade de melhorar ou reforçar um determinado comportamento nosso.

No entanto, em geral não fomos ensinados ou preparados para lidar com a opinião dos outros, e principalmente não estamos preparados para lidar adequadamente com o feedback de figuras de autoridade, como um professor ou um chefe. Por isso, é necessário ter estratégias para receber feedbacks!

Exercício para dar e receber feedback

Este exercício foi criado com a intenção de melhorar a maneira como as pessoas recebem feedbacks. Trata-se de um treinamento que ajuda todos os envolvidos a se desenvolverem nesse quesito, melhorando inclusive a habilidade de dar feedbacks.

Em grupos de até 5 pessoas, escolha uma pessoa para ser a ouvinte e qual será a ordem das pessoas que começarão falando.

Cada participante, neste exercício, deve destacar três pontos, nesta ordem:
1 – O que ele gosta na pessoa que está como ouvinte.
2 – Coisas que essa pessoa já faz e pode fazer com maior frequência, pois são positivas.
3 – Uma pergunta ou comentário para que o ouvinte possa pensar sobre o assunto.

Quando o primeiro participante terminar, o próximo começa, seguindo o mesmo esquema de assuntos. O ouvinte, durante todo esse período, deve apenas ouvir e agradecer pelo feedback. Quando todos já tiverem falado, o primeiro falante vira ouvinte e assim sucessivamente, de forma que todos tenham desempenhado os dois papéis.

Competências a serem assimiladas

Este exercício se torna importante pois ajuda o participante a elaborar o que deve ser dito, estimulando a busca por pontos positivos e a formular suas sentenças a respeito do que pode ser aperfeiçoado.

Ao destacar algo que o participante acredita que deve ser reforçado no ouvinte, ele está trabalhando também a sua percepção. Questões sobre o que o agrada e de que maneira a outra pessoa pode trazer coisas positivas para a sua vida são maneiras de trabalhar sua própria identidade a partir do outro.

Por fim, ao pensar em perguntas que tenham uma carga mais reflexiva, o participante também exercita sua criatividade. Desta forma, ele encontra outras maneiras de chegar ao seu objetivo!

O poder da linguagem

A Programação Neurolinguística trabalha bastante as habilidades de comunicação necessárias para dar e receber feedbacks construtivos e de qualidade. Ferramentas como o rapport, modelo de mundo, mapa mental e outros colaboram de forma efetiva para transformamos feedback em algo positivo e bem vindo.

Ao perceber como dar um feedback, é exercitado também a maneira como você recebe essas palavras. Afinal, ao compreender o processo de formulação dessas mensagens, fica mais fácil distinguir o que pode ser aproveitado e o que pode ter sido um ruído na comunicação.

E-book 10 dicas de comunicação